compartilhar:

Terapeuta: Conheça uma das leis que comprovam os estudos do bioalinhamento

Como ela foi descoberta?!

 

Na década de 80 Dr. Hamer passou por uma situação impactante inesperada com contexto chocante que foi a perda de um filho, esse filho foi vítima de uma bala perdida, o que ocasionou então um choque que desenvolveu um câncer testicular nele, e em sua esposa um câncer de ovário entre vários outros problemas.

 

Dr. Hamer na sua inteligência percebeu que aquelas patologias tinham causa, como eles nunca ficavam doentes ele logo percebeu que não era coincidência o aparecimento daquele câncer e justamente nos nos órgãos que era símbolo de fecundação, de gerar outro filho.

 

Á partir daí ele começou a pesquisar se esse choque poderia ter uma ligação direta com o fato de desenvolver tumores, e como oncologista ficou muito mais fácil para ele começar a rastrear as histórias dos seus pacientes.

 

Daí em diante ele começou a perguntar para seus pacientes o que havia acontecido antes do surgimento dos sintomas e incrivelmente conseguiu identificar 5 leis Biológicas, nome dado porque Lei é uma coisa que não muda e entre esses estudos ele identificou que existem programas Biológicos assim como existem em nosso corpo células que se multiplicam. Conseguimos entender aparentemente que do nada células morrem, não necessariamente do nada, elas também são programas biológicos que morrem milhões por dia e nascem milhões por dia.

 

Isso explica o fato de envelhecermos, nossa pele é o principal exemplo desse transformar das células, dizemos então que somos uma continuidade de multiplicações celulares.

 

O mecanismo mais conhecido e presente é o de luta ou fuga, é um extinto que está presente nos animais e nos seres humanos, esse extinto é acionado toda vez que o animal ou o ser humano se vê numa situação de necessidade de sobrevivência, ou seja, quando existe um perigo eminente, algo que possa vir a comprometer a minha sobrevivência.

 

Nesse programa usamos todas as nossas forças e todos os nossos recursos extintivos ou aprendidos como se fosse a última chance da nossa vida, se a situação foi impactante, inesperada e com contexto dramático esse sistema é automaticamente acionado.

 

A primeira de toas as leis!  

 

A primeira Lei que o Dr. Hamer identificou foi a lei férrea, é a lei do choque… é aquele milésimo de segundo em que uma situação é percebida, o seu organismo detecta antes que seu cérebro consiga entender o que está acontecendo, pois é nessa hora que uma atitude urgente precisa ser tomada, coisa rápida, ele precisa lançar mão de todos os recursos que ele tem.

 

Se você está andando na calçada e pisa em falso ou um pouco torto, seu tornozelo dá aquela viradinha e logo corrige, você diz “poxa quase torci o tornozelo”. Antes que você tome consciência do que estava acontecendo ouve um reflexo que mostrou para seu organismo que estava tendo um possível estiramento de músculos, um estresse importante estava ocorrendo naquela região.

 

Existem células e receptores especializados que informam seu sistema nervoso central que irá ocorrer uma lesão, que irá machucar e comprometer nossa sobrevivência, porque os pés ou a pata na etologia significa aquilo que é usado para correr atrás da presa ou atrás do alimento e correr até mesmo de um predador…é um extinto de urgência, você não tem tempo de ficar elaborando nada, você pega e faz!!

 

Porque essa lei funciona quando é aplicada?

 A lei Férrea funciona, pois, é coerente e explica que em todo sintoma existe um comportamento celular que está diferente, não está normal. Enfim eu tenho ali uma porção de coisas acontecendo nas células.

 

Eu tenho dois mecanismos importantes e tudo depende da percepção da pessoa pois ela é composta por dois registros nesse “ser” mesmo antes dele existir… por exemplo, antes de existir o embrião existe o óvulo e existe o espermatozoide, esse homem com espermatozoide e essa mulher com óvulo estão vivendo e sofrendo emoções, passando por momentos difíceis pensando em algo… e como todas as células do nosso corpo reagem quando sofremos um choque, o espermatozoide ou o óvulo vai carregar um registro se for muito intenso, não é genético é memória guardada na célula.

 

Podemos assim dizer que a primeira lei que é a lei Férrea nos ensina que todo sintoma é um programa biológico de sobrevivência, acionado toda vez que eu estou diante de uma situação que ao mesmo tempo é impactante e inesperada dramática e se eu ainda tiver a sensação ou sentimento de solidão tudo é intensificado… mas é preciso de uma situação impactante e inesperada com contexto dramático para se ter um pedido de acionamento desse programa biológico pois eu não consigo executar nem a luta nem a fuga.

 

As vezes a situação pega tão de surpresa que ficamos travado sem saber o que fazer no sentido de virar a página, á vezes continuamos a realizar ações, mas estou travado no sentido de que essas ações sejam intensas o suficiente para essa página poder ser virada.

 

 

 

 

 

compartilhe:

Avenida Brasil, 658 - Centro - Urânia/SP - CEP: 15760-000