compartilhar:

DESCUBRA A CAUSA DOS PROBLEMAS NA TIREOIDE DO SEU PACIENTE JÁ NA PRIMEIRA SESSÃO

 

RÁPIDO, RÁPIDO, RÁPIDO

 

A tireoide é considerada nosso órgão do tempo!

Esse título de órgão do tempo, foi dado por nós carinhosamente pela responsabilidade que ela exerce em determinar os ritmos do nosso corpo.

Então Terapeuta, sempre que seu paciente tiver uma disfunção na tireoide, será preciso perguntar a ele o que aconteceu antes do início dos sintomas que  para ele foi percebido como uma urgência, por isso apelidamos também os conflitos da tireoide de rápido, rápido, rápido.

Imagine seu paciente que precisava ter resolvido algo rápido mas não foi capaz de fazer nada para evitar, aquilo fica registrado como algo impactante e inesperado, vivido de uma forma dramática.

Um bom exemplo é um paciente que me procurou após ter presenciado um acidente, ele toma aquilo como culpa, ou seja, ele não foi rápido o suficiente para  puxar a pessoa antes do atropelamento, ou até mesmo de socorre-la. Mas perceba uma coisa, como foi um acidente, muitas pessoas presenciaram, mas não são todas que irão desenvolver disfunção na tireoide, somente quem tomou aquilo como um impacto chocante e no contexto de que não pode ser rápido o suficiente para fazer alguma coisa.

 

Por que acontece uma disfunção na tireoide?

Em fase inicial, seu corpo entende que precisa ter agido rápido, então ele provoca hipertireoidismo, que é o aumento do metabolismo da tireoide… é como se fosse estimular a produção de mais hormônio para ser rápido suficiente e ter conseguido fazer alguma coisa, pois o que aconteceu foi impactante e inesperado, mas ele não foi rápido o suficiente.

Numa segunda fase o comportamento que estava Hiper passa para Hipo é como se ele visse  uma luz no final do túnel e algo se deu por resolvido dentro daquele evento, fazendo ele migrar de hiper para hipotireoidismo.

Isso significa que essa glândula já pode voltar a seu funcionamento normal, pode descansar.

 

Como corrigir essa bagunça toda?

A correção é tratada por nós como uma ferramenta muito especial e chamada de “Correção Biológica Positiva”, isso é feito na verbalização. Na verbalização precisamos apresentar para o paciente a história da vida dele,porém na visão do Bioalinhamento.

Você irá começar contando ao seu paciente 3 coisas, mas numa mesma história:

  1. Qual foi o fator inicial que causou esse aumento na glândula, em seguida, diga a ele que isso foi apenas o início e que você está apenas contando para ele. A continuação dessa frase é o mais importante, traga-o para o tempo presente dizendo: Hoje no presente você já pode determinar os seus ritmos, pode programar sua vida… pois a tireoide não serve apenas para tirá-lo do perigo mas para determinar ritmos de vida, por isso, hoje você já pode se programar no seu tempo para pegar seu filho na escola, chegar ileso ao trabalho…

Com essa verbalização (correção) positiva, nós devolveremos ao paciente aquela vitalidade, devolveremos a ele uma história de vida que vale a pena ser contada, ser replicada, pois nessa condição de disfunção da tireoide, esse paciente é como se fosse um bichinho de luz, ele fica trombando, trombando e não sai do lugar… e a vida passando… e ele mais sofreu do que foi feliz.

Bioalinhamento devolve na verbalização essa vitalidade, mostrando para ele que ele tem esse poder de mudar tudo. É nessa hora que acontece no cérebro dele a transformação, novas sinapses, tudo começa a dar certo porque muda o foco do cérebro… é uma questão de criar uma nova rede neural, onde entendemos que nosso corpo é fantástico, digo isso porque nós temos na formação do nosso corpo 3 tecidos embrionários, mas na nova medicina germânica, Doutor Hammer dividiu em 4, endoderma, mesoderma antigo, mesoderma novo e ectoderma. Cada um desses tecidos embrionários carrega um sentimento específico e próprio, é o que forma nosso corpo inteiro, é através do sentimento específico de cada tecido que nós descobrimos a origem primária de qualquer sintoma do paciente é simplesmente fantástico!!

→Endoderma carrega sentimento de vitalidade, ou seja, mudanças de vida que aconteceram, mas que eu não queria que acontecesse ou também mudanças de vida que eu estava contando que iria acontecer, mas não aconteceu.

→Mesoderma antigo é responsável pela formação da nossa pele, é o que chamamos de tecido de proteção… não só a derme, vários órgãos do nosso corpo têm tecidos “camadas de proteção”, o pulmão é revestido pela pleura, o abdome é revestido pelo peritônio, o pericárdio que reveste o coração… então quando se tem uma manifestação no tecido protetor desses órgãos  é como se tivesse um atentado a sua integridade, como se o tecido que te protege não foi capaz de protege-lo nesse instante, seja ela uma integridade física ou moral.

→Mesoderma novo é o que compõe o tecido de sustentação do corpo, ossos, tendões, músculos… e quando você se sente desvalorizado ou impotente você perde a sustentação. Se seu paciente chega para você e fala que está com tendinite, você só precisa saber qual a função daquele seguimento, o braço é trazer ou afastar, e perguntar o que aconteceu com ele antes do início dos sintomas.

→Ectoderma é o tecido de relação, e me fala, o que é que tem no teu corpo que tem a ver com sua relação com as pessoas?… é a nossa pele, mas precisamente a epiderme.

Chamamos a epiderme de tecido nervoso exteriorizado, pois ela tem contatos com o meio ambiente, com as pessoas… assim como os nossos órgãos sensoriais… nossa boca, nossa pele, nosso nariz.

Então se o paciente chegou com essas queixas, pergunta para ele quando e o que aconteceu antes do início dos sintomas, algo que você teve contato mas não queria ter tido, a ponto de dizer que é melhor ser cego do que ter visto isso. A partir disso podemos concluir que não é só a idade que traz dificuldade na visão… lembre-se que existe idoso ou idosa que aos 80 anos  enxerga perfeitamente e ouve até melhor que nós… o fator determinante vai muito além da idade, e afirmo que tem algo que veio antes do início dos sintomas.

 

Assista também:

TIREOIDE, ÓRGÃO DO TEMPO

 

reflexão:

“Quando vemos um gigante, temos primeiro de examinar a posição do sol e observar para termos certeza de que não é a sombra de um pigmeu.”

Friedrich Novalis

 

 

 

 

 

 

compartilhe:

Avenida Brasil, 658 - Centro - Urânia/SP - CEP: 15760-000